CERTIFICAÇÃO CPAA: UMA OPÇÃO ÓBVIA

Há várias questões com que os proprietários de veículos históricos se deparam na sua utilização, passíveis de criar incómodos, preocupações e despesas desnecessárias e para as quais que a Certificação através do CPAA é a resposta ideal.

Circulação livre
Uma delas está relacionada as restrições à circulação, algo que já é uma realidade em Lisboa, mas que pode vir a suceder noutros centros urbanos. Como se sabe, os automóveis e motos que possuem os estatuto de interesse histórico, estão excluídos destas restrições, podendo circular sem qualquer limitação.

Protecção em caso de sinistro
Outra preocupação é o risco inerente a um acidente por contra de outrem e a eventualidade de não ver os danos devidamente ressarcidos, de acordo com a especificidade, antiguidade do veículo e a decorrente dificuldade de substituição de componentes. A certificação do interesse histórico do veículo é um elemento importante na mediação com as seguradoras em caso de sinistro, pois qualifica cada exemplar como um objecto insubstituível, com um valor que vai para além do material e, como tal, defende o direito do proprietário de ver o seu veículo reparado ou reconstruído.

Dispensa de IPO
Um outro processo que causa algum desconforto a um bom número de proprietários, é a necessidade de submeter o veículo, anualmente,  a uma Inspecção Periódica Obrigatória. O desconforto é causado pelos testes a que o veículo é submetido e que são pensados para máquinas modernas e por profissionais que não estão necessariamente preparados para compreender as especificidades de um veículo antigo. Actualmente, a legislação permite que um automóvel certificado seja dispensado da I.P.O., sendo esta substituída pela inspecção do o processo de certificação, que acontece apenas a cada quatro anos para os veículos com 30 ou mais anos, a cada seis anos para os veículos com mais de 60 anos, a cada oito anos para veículos com mais de 75 anos e a cada dez anos para veículos com mais de 100 anos.

Credibilidade e validação
O CPAA é a entidade com mais longa história nos processos de Certificação de Veículos de Interesse Histórico, estando o processo a cargo de especialistas experientes, exigentes mas cooperantes que, mais do que assegurar a correcta condição do seu veículo, estão qualificados para prestar aconselhamento no que diz respeito à manutenção e à apresentação de cada modelo de acordo com a especificação original ou de acordo com o espírito da época.
Obter uma certificação pelo CPAA é acrescentar valor ao seu veículo, já que a chancela do Clube é garantia de que o exemplar está em conformidade com uma observância rigorosa dos critérios definidos pela FIVA e aceites pelas autoridades nacionais.

Para mais informação acerca das condições, custos e procedimentos de certificação, consulte a página das homologações  ou recorra aos contactos do CPAA no rodapé desta página.