CLÁSSICOS NO FESTIVAL OF SPEED

Fotos e vídeo: Goodwood Road & Racing

Nos dias 9 a 11 de Julho realizou-se mais uma edição do Goodwood Festival of Speed. Apesar de todas as incertezas que se mantiveram até muito próximo da data da realização, as portas da propriedade do Duque de Richmond abriram-se ao público e a inúmeras máquinas de sonho.

O Festival of Speed não é um evento temático ou de época, portanto, permite uma perspectiva histórica do automóvel, desde os seus primórdios até à actualidade, e às modernas tecnologias.

Contudo, é inegável que continuam a ser os clássicos a sustentar boa parte da mística desta rampa, não só na componente dos desfiles e exposições, mas também na parte desportiva.

Nas subidas ao cronómetro, o automóvel mais antigo em prova foi o Mercedes 60HP de 1903, mas competiram outros automóveis da mesma época como o mítico Blitzen-Benz de 1909 ou mesmo a “Besta de Turim”, apelido do Fiat S76 de 1910, automóvel criado para bater recordes de velocidade e que é movido por um colossal motor de 28,353 e 290cv, capaz de atingir os 214km/h.

 

 

Brilharam também outros ícones do período pré-guerra como o Aston Martin Ulster ou o Alfa Romeo P3B.

Entre os mais aplaudidos do “período dourado” dos anos 60, esteve o Ferrari 250GT “Breadvan”, um exemplar único com longo historial de competição.

Mas os grandes momentos da história do desporto automóvel também se fazem de automóveis de turismo como o Jaguar MkII, Rover Sd1 3500, o Ford Sierra Cosworth ou o Alfa Romeo 155, todos eles presentes nesta competição.

Mas o melhor é mesmo assistir a esta compilação dos automóveis em prova, onde pode ver e ouvir estes e outros clássicos em acção.

Clássicos em Goodwood