Alfa roubado foi recuperado

 

Foi em Maio do ano passado que o mundo dos Clássicos teve conhecimento que o Alfa Romeo 6C 2500 Cabriolet, de matrícula holandesa, propriedade do alemão Jeroen Branderhorst tinha sido roubado poucas horas antes da partida das Mille Miglia. Agora, a polícia italiana encontrou-o, numa casa abandonada.
Só no dia em que a notícia foi divulgada é que se ficou a saber que a polícia tinha detido semanas antes quatro membros de uma uma mesma família: três adultos e uma menina de sete anos, que terá sido utilizada, aquando do roubo, como protagonista de uma manobra de diversão.
Segundo a Imprensa italiana, os detidos, em semanas de interrogatórios, não revelaram para onde tinham levado o atrelado fechado, onde estava guardado o preciso Alfa de 1942.
Segundo algumas fontes, aliás, quando roubaram o atrelado, parqueado junto ao hotel onde pernoitava Branderhorst, os ladrões desconheciam o que estava no seu interior.
Depois, ao verem que era um automóvel Clássico, ainda o anunciaram para venda num site japonês – terá sido a partir daí que a polícia chegou à identidade dos ladrões –, sem que encontrassem comprador.
O automóvel foi recuperado no mesmo estado em que se encontrava no dia do roubo, ainda colocado dentro do atrelado.