G. P. Nuvolari

É hoje um dos eventos mais importantes do Calendário da FIVA. O Gran Prémio Nuvolari, que anualmente se realiza em Itália, atrai participantes de todo o mundo, reunindo um parque automóvel de eleição.

O desaparecimento de Tazio Nuvolari, a 11 de Agosto de 1953, foi notícia em todo o mundo. O grupo dos seus amigos mais chegados, decidiu então criar uma prova em homenagem ao grande piloto, dando-lhe o nome de Gran Prémio Nuvolari, hoje um evento para Automóveis Antigos, integrado no Calendário da FIVA.

Tendo por base o que eram então as Mille Miglia, mas deslocando a partida para Mantua, cidade natal de Nuvolari, a prova só mais tarde (à semelhança das Mille Miglia) se viria a transformar num evento para Clássicos.
Atraindo hoje participantes de dezenas de países, na edição deste o automóvel mais antigo foi um Bentley de 1934, sendo o mais recente um Porsche 911T, de 1972.
Como é da tradição, a prova não tem o nº 1, que é atribuído a Tazio Nuvolari.