MUSEO FRATELLI COZZI

Em 1955, Pietro Cozzi criou um concessionário Alfa Romeo. Mais do que apenas um negócio, os Alfa Romeo eram uma paixão para Pietro, o que o levou a iniciar uma colecção de exemplares da marca. Essa colecção compõe hoje o espólio do Museu Fratelli Cozzi, em Legnano, a 25km de Milão.

“Põe ali”
Para Pietro Cozzi, tudo começou com a frase “Põe ali”. A frase que fez com que fosse acumulando modelos que ia recebendo de retoma e que ninguém queria. O primeiro terá sido um Giulietta Ti amarelo, recebido praticamente a custo zero e que Cozzi já não mais vendeu. A seguir a esse, várias dezenas entraram na colecção da mesma forma.

Um de cada
A partir de dada altura, o objectivo do fundador, para tornar a colecção possível de gerir e consistente, foi reunir um exemplar de cada modelo produzido pela marca. De cada um procura guardar, claro está, o modelo topo de gama ou um exemplar que, por alguma razão, é o mais relevante historicamente.

Não só automóveis
Como apaixonado pela marca, Cozzi foi coleccionando e preservando também muitos materiais como posters, cartazes, manuais, livros e fotografias, criando uma biblioteca extraordinária que pode ser consultada, até mesmo online.

Visitas e eventos por marcação
Tratando-se de um museu totalmente privado, este não se encontra aberto a toda a hora. Contudo, é possível marcar visitas de grupos ou verificar no site quais as datas de abertura já programadas.
O Museu alberga também eventos privados e jantares no seu interior.