100 ANOS DO LANCIA LAMBDA

O Lancia Lambda entrou em produção em 1922, mas no ano anterior, logicamente, os testes dos protótipos foram intensos. Em 1 de Setembro de 1921, o próprio Vincenzo Lancia, fundador da empresa sediada em Turim, escalou o Mont Cenis para testar o novo, inovador e revolucionário Lancia Lambda.

Em 1921, Vincenzo Lancia já tinha vincado o seu cunho de qualidade. Desde 1908 que fabricava o 18/24 HP Alpha, o 12HP Zeta (1912), o 35 HP Theta (1913), o Kappa (1919), o Dikappa (1921) e o Trikappa (1922). Mas foi com o Lambda que ele construiu uma reputação enquanto fabricante internacionalmente pioneiro.

Este foi o modelo revolucionário em que o seu conhecimento, fruto de anos de paixão e experimentação, trouxe ao mercado inovações que mudaram o mundo do automóvel.

Pela primeira vez foi produzido um modelo com chassis monobloco, o que o tornou mais resistente e leve ao mesmo tempo.

Além disso, o Lambda tinha um motor de 4 cilindros em V com ângulo de 13 graus, muito estreito, o que permitia uma estrutura de veículo compacta e leve.

Outro passo em frente, seria a suspensão dianteira com rodas independentes, para maior segurança.

Entre as principais características estava uma óptima maneabilidade, graças ao peso com perfeita distribuição pelos dois eixos e também o surpreendente diâmetro de viragem.

Nas estradas sinuosas, o Lambda era imbatível mesmo por modelos de maior potência e velocidade.